Sexo sem Lubrificação não dá!

 

Pois não dá mesmo… Preste atenção, mulher, porque esse assunto a interessa particularmente, mas vocês homens, que estão lendo a matéria da semana, saiba que é interessante saber porque afinal, se ela não está preparada para o sexo, quem pagará o “pato” será você que não terá o prazer que merece e nem conseguirá fazê-la “feliz”!

Uma mulher excitada é mulher lubrificada. O corpo sabe preparar-se para a penetração, na hora do sexo. O que pode acontecer é: Ou a mulher permitir a penetração sem estar preparada ou estar com problema nas taxas hormonais, comum na proximidade da menopausa, por exemplo.

Envolver-se em uma relação sexual sem que a vagina esteja preparada (lubrificada), pode causar micro rupturas, ou seja: Danificará o delicado tecido do canal. Além da menopausa, o corpo pode produzir uma taxa menor de lubrificantes como efeito colateral de alguns medicamentos e é neste momento que os lubrificantes externos, entram, dando conforto e melhorando a performance sexual.

E é nesse momento que você homem, colaborará eficazmente, além é claro, das preliminares para preparar a menina, o uso de um lubrificante à base de água (KY, Prevent ou outro) adquirido em farmácias, podem salvar a transa. Basta envolver o pênis (toda a volta) com ele e penetrar, essa é a maneira mais fácil de lubrificar o canal eficientemente.

Seu uso aumenta a excitação, o prazer sexual, mantem a maciez da pele vaginal a e o mais relevante: Reduz o atrito durante a penetração, provocado pelo pênis, um vibrador ou até mesmo os acessórios de treinamento da técnica de fortalecimento vaginal, por isso em meu livro O Livro de Ouro do Pompoarismo oriento sobre colocar os acessórios molhados ou usar um lubrificante à base de água.

Nunca usou? É natural que você tenha dúvidas a respeito e essa matéria tem por objetivo, esclarecer o assunto.

Regina Racco

  1. Quem precisa usar?
    A princípio, todos podem usar, mesmo que você tenha uma boa lubrificação, porque alguns são projetados para aumentar o prazer.

 

  1. Quais são os diferentes tipos para tentar?
    Lubrificante à base de água: É o mais simples, não tem contraindicação, mantem a lubrificação e é antialérgico.

 

  1. Lubrificante à base de silicone
    Suave, deixa o canal escorregadio, ótimo para o sexo, mas preste atenção, se sentir coceira ou incômodo com seu uso pare imediatamente.

 

  1. Lubrificantes naturais
    Óleo de coco, amêndoa, abacate ou mesmo azeite extravirgem, podem manter o canal bem lubrificado, são bem tolerados pelo corpo e relativamente baratos.
Anúncios